Preencha os campos abaixo para submeter seu pedido de música:

Casal é parado em blitz e mulher descobre que namorado usa nome falso há 12 anos - Rádio Nova Onda S.A

Fale conosco via Whatsapp: +55 71 99911-4253

No comando: ENCONTRO COM AMADO BATISTA

Das às

No comando: CONEXÃO SERTANEJA

Das 06:00 às 08;00

No comando: SUPER GOSPEL

Das 07:00 às 09:00

No comando: PAGODEAR

Das 07:00 às 10:00

No comando: SHOW DA MANHÃ

Das 08:00 às 11:00

No comando: SHOW DA MANHÃ

Das 08:00 às 11:00

No comando: DOMINGÃO TOTAL

Das 10:00 às 13:00

No comando: ONDA DE SUCESSOS

Das 13:00 às 16:00

No comando: ADORA TOP

Das 16:00 às 19:00

No comando: UM TOM A MAIS

Das 16:00 às 19:00

No comando: SÓ ROOTS CONEXÃO REGGAE

Das 19:00 às 22:00

No comando: A HORA DE AMAR

Das 20:00 às 22:00

Casal é parado em blitz e mulher descobre que namorado usa nome falso há 12 anos

Homem cumpria pena de latrocínio quando fugiu do presídio e adotou nova identidade

Ao ser abordada por uma blitz da Polícia Rodoviária Federal,em Igarapé (MG), uma jovem acreditou que seria apenas mais uma abordagem de rotina, mas ela acabou descobrindo que o homem com quem vivia há três anos não era quem ela achava. O rapaz foi preso, na tarde de quarta-feira (10), e uma farsa de 12 anos foi desfeita.

Segundo o boletim de ocorrência, divulgado pelo G1, o homem, de 38 anos, viajava com a mulher de Janaúba, no Norte de Minas Gerais, para Itanhaém, no litoral de São Paulo.

Durante a abordagem, o motorista apresentou um documento falso. Foi quando os policiais e a mulher descobriram que ele usava os dados do sobrinho para se esconder da polícia desde 2009.

De acordo com a polícia, o homem fugiu do presídio de Janaúba, onde cumpria pena por latrocínio. Nestes 12 anos, ele se passou pelo sobrinho, que tem idade parecida. Na fuga, mudou-se para o estado de São Paulo e conheceu a companheira, com quem vive há três anos.

Os policiais contaram ao G1 que a mulher ficou em estado de choque ao saber que o homem tinha um nome diferente e estava foragido.

O casal estava em Janaúba, visitando os parentes dele. A mulher disse que nunca desconfiou, já que os parentes sempre o chamavam por apelido.

Deixe seu comentário:

Banner Rotativo